fbpx

O que fazer na Avenida Paulista: os principais passeios gratuitos


Não importa se você mora em São Paulo ou está apenas de passagem pela cidade, mas visitar a Avenida Paulista pelo menos uma vez na vida é essencial. É por isso que nós criamos está lista de o que fazer na Avenida Paulista com muito carinho!

A melhor forma de conhecer a Avenida Paulista é de metrô. Isto porque, lá é um local muito difícil de estacionar e os poucos estacionamentos que tem são caros.

Ainda, você pode optar por estacionar dentro de um dos shoppings que tem por lá: o Center 3 ou o Cidade São Paulo, mas com isso você acaba tendo que andar bastante ou até pegar o metrô para ponto turístico que ficar na outra ponta da avenida.

O metrô de SP tem 5 linhas principais: verde, amarela, azul, vermelha e lilás. A verde é a linha que te levará para a Avenida Paulista vez que 3 paradas desta linha estão na avenida, quais sejam, parada Brigadeiro, Trianon-Masp e Consolação.

linha verde do metro de São Paulo

Clicando aqui você acessa o mapa oficial do metrô de São Paulo. Ademais, neste link você pode selecionar a estação que é seu ponto de partida e a estação de destino, e o site te falará quais linhas você deve pegar, se é necessário fazer alguma baldiação bem como o tempo estimado da viagem.

Assim, em cada ponto turístico que eu listar abaixo irei colocar qual é a estação de metrô mais próxima para visitá-lo.

Quando visitar a Avenida Paulista:

As atrações da Avenida Paulista estão abertas todos os dias da semana, com exceção da segunda-feira. O dia mais divertido pra visita-la é de domingo, quando a avenida é fechada para carros e se torna uma rua de lazer, com pessoas de todas as idades se divertindo de todas as formas possíveis.

Roteiro de 1 dia – o que fazer na Avenida Paulista:

Basta um dia para você conhecer os principais pontos turísticos da Avenida Paulista. Na verdade, nós fizemos o roteiro abaixo em 6 horas, começando lá pelas 13h e terminando por volta das 19h. Nós nos locomovemos de metrô e conseguimos fazer tudo tranquilamente.

  • 1ª parada – estação Trianon-Masp: Méqui 1000, Parque Trianon, MASP e mirante 9 de Julho;
  • 2ª parada: estação Brigadeiro: mirante do SESC, Casa das Rosas e Japan House;
  • 3ª parada – estação Consolação: Livraria Cultura.

Méqui 1000

Méqui 1000 é o milésima loja brasileira do Mc Donalds que foi inaugurada em um lindo casarão dos anos 1940 na Avenida Paulista. Além de funcionar 24 horas por dia, o Méqui 1000 mistura uma arquitetura clássica com uma pitada de tecnologia.

Assim, como precisávamos almoçar antes de começar nosso tour e estávamos com pressa, não tinha lugar melhor do que começar turistando no Méqui 1000.

Primeiramente, logo de cara a fachada do casarão te chama atenção e você verá muita gente disputando para fotos. Em segundo lugar, ao entrar você irá se deparar com uma linda escadaria que leva ao segundo andar onde você encontra mesas, bem como um lustre gigante de hambúrguer.

previous arrownext arrow
Slider


Por fim, saiba que este Mc Donalds está sempre cheio e, dependendo do horário, pode haver fila para entrar (que ainda rápido!).

Horário de Funcionamento:

  • segunda à quinta-feira e domingos: 10h às 22h;
  • sexta-feira e sábado: 10h às 23h.

Endereço:

Avenida Paulista, 1811 – no quarteirão após o Parque Trianon.

Estação de Metrô mais próxima:

Linha Verde – estação Trianon-Masp.

Parque Trianon

O Parque Trianon, cujo nome oficial é Parque Tenente Siqueira Campos, foi inaugurado em 1982, um ano após a abertura da Avenida Paulista e, por toda a história que carrega não pode deixar de estar na sua lista de o que fazer na Avenida Paulista.

A entrada do parque é gratuita e, por lá, você encontra deliciosas e refrescantes sombras de árvores, lindas paisagens e playground para crianças brincarem. Ademais, o parque é um ótimo lugar para caminhadas.

Além da linda vegetação remanescente da Mata Atlântica, o parque tem duas atrações principais: a escultura “Fauno” do artista Victor Brecheret e da escultura “Aretuza” de Francisco Leopoldo.

previous arrownext arrow
Slider


Ao redor do parque você vai encontrar muitos moradores de rua, que dormem em barracas. Infelizmente, essa é a triste realidade de São Paulo.

Por fim, nos fins de semana, você encontrará uma feirinha de artesanato no bem na entrada do parque.

O que fazer na Avenida Paulista: parque Trianon

Horário de Funcionamento:

Todos os dias da semana das 6h às 18h.

Endereço:

Avenida Paulista, s/n – localizado em frente ao MASP e ao lado do Méqui 1000.

Estação de Metrô mais próxima:

Linha Verde – estação Trianon-Masp.

MASP

O Museu de Arte de São Paulo é um museu privado sem fins lucrativos, fundado em 1947 pelo empresário e mecenas Assis Chateaubriand, tornando-se o primeiro museu moderno no país. Mais importante acervo de arte europeia do Hemisfério Sul, hoje a coleção do MASP reúne mais de 11 mil obras, incluindo pinturas, esculturas, objetos, fotografias, vídeos e vestuário de diversos períodos, abrangendo a produção europeia, africana, asiática e das Américas.

Além da mostra de longa duração de seu Acervo em transformação na pinacoteca do museu, realiza-se ao longo do ano uma ampla programação de exposições coletivas e individuais.

o que fazer na Avenida Paulista: MASP

Nós optamos por não entrar no museu pois as exposições não nos chamaram a atenção. Mas isto não significa que precisamos tirar o MASP do nosso roteiro. Muito pelo contrário, primeiramente nós perdemos um tempinho apreciando a feirinha de antiguidades que acontece aos domingos no vão do museu. Por lá você encontra de tudo, desde louças e livros antigos até coleção de moedas raras.

Posteriormente, paramos para apreciar a vista do vão para a parte detrás da Avenida Paulista, com prédios e murais.

previous arrownext arrow
Slider


Apenas como curiosidade, o vão do MASP tem uma significado muito importante para os brasileiros vez que é lá que ocorrem muitas das principais manifestações do país.

Valor da Entrada:

O valor da entrada no MASP é de R$45 para adultos e R$22 para estudantes, professores e maiores de 60 anos. A entrada te da acesso a todas as exposições, inclusive o acerco fixo do museu.

Ademais, de terça-feira a entrada é gratuita.

Horário de Funcionamento:

  • Segunda-feira: fechado;
  • Terça-feira das 10h às 20h;
  • Quarta-feira à domingo das 10h às 18h.

Endereço:

Avenida Paulista, 1578 – em frente ao Parque Trianon.

Estação de Metrô mais próxima:

Linha Verde – estação Trianon-Masp.

Estacionamentos Conveniados:

Se você estiver de carro, existem dois estacionamentos conveniados com o MASP, bastando apenas carimbar seu ticket na bilheteria do museu.

  • Car Park: Alameda Casa Branca, 41
  • Progress Park: Avenida Paulista, 1636

Mirante 9 de Julho

O Mirante 9 de Julho é o único local deste roteiro que não fica na Avenida Paulista. Ele está localizado atrás do MASP, bastando descer a rua pra chegar lá. Este mirante, que atualmente mudou o nome para MIRA, é um espaço público, ou seja, não paga para entrar, localizado em cima do túnel da Avenida 9 de Julho e a vista é virada para esta avenida (ah vá)!

É no MIRA que você vai encontrar a maior diversidade de pessoas e uma galera bem descolada. Por lá você ainda encontra um restaurante e barzinho que funciona até mesmo como espaço gratuito para co-working.

Ademais, apesar de ser um espaço público, ele possui uma segurança privada 24 horas.

previous arrownext arrow
Slider


Olha só o MASP visto do Mirante 9 de Julho:

MASP visto do Mirante 9 de julho

Endereço:

R. Carlos Comenale, s/n – Bela Vista – atrás do MASP

Estação de Metrô mais próxima:

Linha Verde – estação Trianon-Masp.

Mirante do SESC

O SESC é um centro de cultura e lazer com várias unidades espalhadas pelo Brasil. Na Avenida Paulista, está localizada a unidade do SESC que contém 17 andares e, no último andar há uma escada que dá acesso ao mirante com uma vista incrível para a Avenida Paulista e não pode faltar na sua lista de o que fazer por lá.

A subida ao mirante é gratuita e feita por meio de um elevador localizado ao lado esquerdo após você passar pela entrada do SESC. Ainda, lá em cima tem uma cafeteria chamada Café Terraço, onde você pode se acomodar e beber algo.

previous arrownext arrow
Slider


Aqui vai uma super dica: em dias de chuva pode acontecer do mirante alagar e ficar fechado. Porém, eles acabam liberando a entrada apenas para o décimo sétimo andar, onde a cafeteria fica aberta, mas a subida ao mirante fica fechada. Neste andar é perfeitamente possível ver a vista mas tem um vidro na frente.

Isto foi exatamente o que aconteceu com a gente, e como estava lotado, nós conseguimos apenas um cantinho (muito disputado) no vidro para tirar algumas fotos rápidas.

Horário de Funcionamento:

O mirante está aberto nos seguintes horários:

  • Segunda-feira: fechado;
  • Terça-feira à sábado: 10h às 22h;
  • Domingo: 10h às 20h.

Já o Café Terraço fica aberto nos seguintes horários:

  • Segunda-feira: fechado;
  • Terça-feira à sábado: 11h às 20h30;
  • Domingo: 11h às 18h30.

Endereço:

Avenida Paulista, 119 – entre a Casa das Rosas e o Itaú Cultural

Estação de Metrô mais próxima:

Linha verde – estação Brigadeiro

Casa das Rosas

A Casa das Rosas é um casarão de 1935, no estilo clássico francês, localizado na Avenida Paulista. É dedicado a diversas manifestações culturais, com enfoque em literatura e poesia, na cidade de São Paulo. É um dos edifícios remanescente da época característica da ocupação inicial de uma das principais vias da cidade.

A casa pertencia ao casal Ernesto Dias de Castro e Lucia Azevedo Dias de Castro e foi projetada pelo arquiteto Ramos de Azevedo, pai de Lucia.

Atualmente o jardim já não tem tantas rosas como antigamente, mas vale a visita.

previous arrownext arrow
Slider


Logo na varanda você encontrará recitais e leitura de poesias. Passando pela porta principal, você se depará com um lindo lustre e uma escadaria de madeira. Cada cômodo da casa, que mantém-se 100% original (até mesmo os encanamentos), foi transformado uma sala com exposições de arte, literatura e poesia.

previous arrownext arrow
Slider


Clicando aqui você confere a agenda cultural da Casa das Rosas.

Por fim, na parte detrás do jardim, você encontra uma cafeteria super aconchegante.

Horário de Funcionamento:

  • segunda-feira: fechada;
  • terça-feira à sábado: 10h às 22h;
  • domingos e feriados: 10h às 18h.

Endereço:

Avenida Paulista, 35 – entre a Casa das Rosas e o Itaú Cultural

Estacionamento:

A Casa das Rosas tem convênio com o estacionamento Parkimetro localizado na Alameda Santos, 74, porém, ele fecha em domingos e feriados.

Estação de Metrô mais próxima:

Linha verde – estação Brigadeiro

Japan House

Criada pelo governo japonês, o projeto Japan House é um ponto de difusão de todos os elementos da genuína cultura japonesa para a comunidade internacional. Um lugar equilibrado, inovador e diferenciado, assim como o povo e a cultura japonesa. Um ambiente que transmite hospitalidade e inovação, oferece lazer e é parte ativa do dia a dia de diversas pessoas.

Apenas outras duas cidades do mundo também tem esse projeto: Londres, na Inglaterra e Los Angeles, nos Estados Unidos.

Ao fundo da entrada do Japan House, você verá o mural que retrata Oscar Niemeyer, feito pelo famoso Kobra.

previous arrownext arrow
Slider


No primeiro andar do local você encontra um café e uma loja com os mais diversificados e raros objetos da cultura japonesa. Já no segundo lugar você encontra uma Sala Seminário, com uma exposição sobre a história do Japão. Por fim, no terceiro andar existe um restaurante e um espaço expositivo.

Quando estivemos por lá, o terceiro andar estava recebendo uma exposição de Tadashi Kawamata, que se formou em pintura e se tornou um escultor de espaços. Ele se utiliza de materias descartados, desvalorizados ou comuns para criar obras de grandes formatos.

previous arrownext arrow
Slider


Clicando aqui você confere a programação da Japan House.

Horário de Funcionamento:

  • segunda-feira: fechada;
  • terça-feira à sábado: 10h às 20h;
  • domingos e feriados: 10h às 18h.

Endereço:

Avenida Paulista, 53 – em frente a Casa das Rosas

Estação de Metrô mais próxima:

Linha verde – estação Brigadeiro

Itaú Cultural

O Itaú Cultural, concebido por Olavo Egydio Setúbal, é um instituto voltado para a pesquisa e a produção de conteúdo e para o mapeamento, o incentivo e a difusão de manifestações artístico-intelectuais. Dessa maneira, contribui para a valorização da cultura de uma sociedade tão complexa e heterogênea como a brasileira.

Este espaço recebe diversas exposições que podem ser visitadas, na grande maioria, de forma gratuita. De qualquer maneira é necessário retirar seu ingresso na bilheteria para a exposição com 2 horas de antecedência ou fazer uma reserva de ingresso online, conforme é explicado aqui.

A principal exposição do Itau Cultural é o espaço Olavo Setubal, criado em 2014, que reúne uma acervo de 5 séculos da história do Brasil.

previous arrownext arrow
Slider


O Espaço Olavo Setubal ocupa dois andares e seu cartão postal é a linda escadaria que liga os andares da exposição.

previous arrownext arrow
Slider


Horário de Funcionamento:

  • segunda-feira: fechada;
  • terça-feira à sábado: 9h às 20h;
  • domingos e feriados: 11h às 18h.

Endereço:

Avenida Paulista, 119 – em frente a Casa das Rosas

Estação de Metrô mais próxima:

Linha verde – estação Brigadeiro

Livraria Cultura

Por fim, para finalizar nosso passeio, visitamos um ponto turístico para amantes de livros: a Livraria Cultura. Eu amo ler então não podia deixar de colocar este local na minha lista de o que fazer na Avenida Paulista.

Ela está localizada no Prédio do Conjunto Nacional, que foi um primeiros edifícios multifuncionais da cidade de São Paulo.

o que fazer na avenida paulista: visitar o conjunto nacional


São três andares com os mais diversos CD’s, DVD’s e livros de todos os gêneros. É um canto perfeito para você passar horas e horas lendo ou apenas apreciando toda aquele imensa coleção.

previous arrownext arrow
Slider


Ainda, por lá ocorrem alguns shows, palestras e noites de autógrafos.

Horário de Funcionamento:

  • segunda-feira à sabado: 9h às 22h;
  • domingo: 11h às 20h.

Endereço:

Avenida Paulista, 2073 – dentro do Conjunto Nacional

Estação de Metrô mais próxima:

Linha verde – estação Consolação.

Mapa do Roteiro “o que fazer na Avenida Paulista”:

Quanto custou este passeio:

Tendo em vista que todos os pontos turísticos aqui citados tem entrada gratuita, nós apenas gastamos com a alimentação no Méqui 1000 e as passagens de metrô.

Utilizamos o metrô 4 vezes e cada passagem custo R$4,40:

  • De nossa casa para a estação Trianon-Masp: 1 passagem – R$4,40;
  • Estação Trianon-Masp para a estação Brigadeiro: 1 passagem – R$4,40;
  • Estação Brigadeiro para a estação Consolação: 1 passagem – R$4,40;
  • Estação Consolação para nossa casa: 1 passagem – R$4,40;

Também utilizamos o patinete da Rappi para se locomover da estação Brigadeiro até o SESC, Casa das Rosas e Japan House, que estão a cerca de 10 minutos de caminhada. Foram cerca de 3 minutos no patinete que custou R$7,50.

Assim, o total por pessoa foi de R$25,10 por pessoa + almoço.